Jornal da 2CNews

Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2023
MENU

Notícias / Corporativo

Produção de papel tissue tornou-se setor importante da economia brasileira

A produção de papel tissue atinge marcas históricas mesmo com a pandemia e se tornou um setor importante para a economia brasileira.

Produção de papel tissue tornou-se setor importante da economia brasileira
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Papéis para fins sanitários, papel higiênico, papel toalha, lençol descartável, entre outros, são chamados de papel tissue. O mercado é dominado por grandes empresas, constituindo-se assim em um segmento de mercado dinâmico, em constante inovação.

De acordo com o ENAP (Escola Nacional de Administração Pública), o Brasil está entre os 10 maiores produtores de papel tissue no mundo. Compartilha o ranking na América Latina com o México.

Ao longo dos últimos anos, a produção no Brasil cresceu consideravelmente, segundo pesquisas da Bracelpa, dos anos 1950 até 2006, a taxa de produção de papéis sanitários subiu em média 9% ao ano.

A produção de tissue no Brasil aumentou consideravelmente por dois motivos. Primeiro devido ao crescimento da demanda interna, principalmente durante a pandemia com o isolamento social para a população adotar medidas de biossegurança, e pós-pandemia, fazendo com que cada vez mais o setor de produção de tissue se modernizasse, através de novas tecnologias. E o segundo motivo, o Brasil como um dos 10 maiores produtores mundiais, também começou a exportar mais para atender a demanda global. Boa parte do consumo do papel tissue se deve ao consumo fora de casa e também ao consumo doméstico que tende a aumentar junto com a renda da população mundial.

Principalmente nos países emergentes como China, Índia e Brasil, a demanda pelos papéis tissue leva ao aumento da sua produção mundial. No ano de 2020 por exemplo, ano que começou a pandemia, segundo fontes da Fastmarkets, o consumo global de tissue teve um crescimento recorde de 5,9%. Na América Latina, o previsto para os dois próximos anos é de 4%.

A tendência do setor é continuar com alta na demanda nos próximos anos devido ao processo de urbanização das cidades e com o aumento do padrão de consumo da população brasileira



Website: http://www.propel.com.br

Fonte/Créditos: DINO

Créditos (Imagem de capa): Propel Celulose

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!