Jornal da 2CNews

Segunda, 28 de novembro de 2022
MENU

Corporativo

Especialista comenta método de antecipação de aluguel

Operação é permitida por lei, pois é uma cessão de crédito ao proprietário e não uma cobrança adiantada ao inquilino

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um estudo realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) apontou que 25% dos brasileiros não conseguem pagar suas contas mensais. Conforme a pesquisa, eles acabam recorrendo a empréstimos, cheque-especial e até mesmo deixam algumas contas para o mês seguinte. Porém, no mercado de crédito pessoal, as taxas de juros de créditos crescem. Isso acontece porque a taxa Selic, a taxa básica de juros da economia, utilizada para controlar a inflação, chegou a 13,75% em agosto.

Muitos brasileiros têm como uma das suas fontes de renda imóveis alugados. Segundo informações do IBGE para a Agência Brasil, os imóveis alugados no país representam 18,3% das moradias, o equivalente a 13,3 milhões.

Diante do cenário, algumas empresas cuja atividade principal é a locação de imóveis, sejam eles residenciais ou comerciais, têm adotado um método apresentado por fintechs do setor que consiste na antecipação de aluguéis, uma alternativa de crédito que contempla proprietários de imóveis locados. A operação de adiantamento é legalizada, visto que se trata de uma cessão de crédito, item que está previsto na Lei 10.406/2002, e não uma cobrança adiantada ao inquilino, o que é proibido pela Lei do Inquilinato (8.245/1991). 

Augusto Meirelles, CEO da CashGO, empresa especializada em antecipação de aluguéis, esclarece e comenta sobre esse tipo de operação.

Como funciona o processo de antecipação?

Augusto: A antecipação de aluguel é uma cessão de recebíveis futuros dos aluguéis que o proprietário do imóvel locado receberia mensalmente. Ou seja, uma empresa especializada no processo paga de uma vez só os valores para o proprietário e, depois, desconta diretamente nas parcelas mensais do aluguel. A operação pode ajudar a colocar as contas dos proprietários de imóveis em dia.

Quais são os pontos de atenção para os proprietários e imobiliárias que usam esse serviço?

Augusto: Para a segurança de todas as partes envolvidas, o imóvel deve estar vinculado a uma imobiliária, onde ocorre uma análise do contrato para a liberação do crédito. O principal ponto de atenção é a segurança do contrato de locação. 

Qual a relação entre a antecipação de aluguéis e o risco de inadimplência?

Augusto: Na antecipação de aluguel o risco de inadimplência é menor que os empréstimos sem garantia (empréstimo pessoal, cartão de crédito e cheque especial), e por isso conseguimos entregar uma taxa menor que esses produtos ao mercado.Uma vez que a imobiliária direciona os aluguéis para empresa que realiza a antecipação, a inadimplência pode ocorrer apenas em caso de término antecipado do contrato. Mas, nesses casos, ainda existe um período de carência para o proprietário relocar o imóvel e voltar a descontar as parcelas do aluguel.

Para finalizar, você acredita que imobiliárias e proprietários já estão se familiarizando com as inovações do setor? 

Augusto: Os proprietários estão cada vez mais exigentes, e o bom atendimento deve ser prioridade para as imobiliárias. Diversas inovações e sistemas, como a antecipação de aluguel, já fazem parte do dia a dia das imobiliárias, é um setor que está em plena revolução. 

Para saber mais, basta acessar: https://www.cashgo.com.br/



Website: https://cashgo.com.br/

Fonte/Créditos: DINO

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!